Páginas

quinta-feira, 29 de março de 2012

As mulheres de 30 anos

Uma mulher de trinta anos tem atrativos irresistíveis. A mulher jovem temmuitas ilusões, muita inexperiência. Uma nos instrui, a outra quer tudo aprendere acredita ter dito tudo despindo o vestido. (...) Entre elas as duas há adistância incomensurável que vai do previsto ao imprevisto, da força à fraqueza.A mulher de trinta anos satisfaz tudo, e a jovem, sob pena de não sê-lo, nadapode satisfazer.


Aos 12 anos li  "A Mulher de 30 anos" de Balzac. 
Era ainda uma criança, bem sei. Mas o livro estava ali e eu estava nas férias grandes e não tinha nada que fazer e tinha acabado "A Dama das Camélias" do Dumas.

Mais tarde, já crescidinha, reli a obra.
Mas as memórias que tenho do livro são da perplexidade com que li naquele Verão de 1987. E de ter pensado como é que pode haver atractivos nas "velhas" trintonas como mamãe. Sabia lá eu da vida...

3 comentários:

  1. Quando somos miúdos, olhamos para as pessoas de 30 anos e já nos parecem velhos, agora que já estou quase nos 36 tudo isso me parece um absurdo.

    ResponderEliminar